LESÃO TIPO SLAP

O que é?

É uma lesão que ocorre dentro da articulação do ombro causada pela tração do tendão do músculo bíceps.

O bíceps tem este nome por ter duas partes, uma delas tem a sua inserção dentro da articulação do ombro, localizada na borda da articulação. Com movimentos de tração, o bíceps pode causar lesão do ”Labrum” (tecido que reveste a borda articular da escápula), o que chamamos de lesão SLAP.

O que causa?

Diversas atividades podem causar tração do bíceps e a lesão labral. As atividades mais comumente associadas a esta lesão são a natação e esportes de arremesso, como beisebol, atletismo e handebol.

Alguns acidentes que levem a contração abrupta do bíceps também podem ocasionar esta lesão, como segurar um peso para que não caia no chão ou queda ao solo com a mão espalmada.

Como descobrir se tenho SLAP?

O diagnóstico desta lesão é difícil. Os exames de imagem muitas vezes não conseguem detectá-la. A suspeita é feita através de manobras que o especialista realiza durante o exame físico.

Muitas vezes esta lesão não acontece de forma isolada, ocorrendo em associação a outra, mais sintomática (como na luxação do ombro ou nas lesão dos tendões do manguito rotador). Isso faz com que o diagnóstico desta lesão seja atrapalhado por outros sintomas e, muitas vezes, só contemplado durante uma artroscopia de ombro. (vide texto cirurgia).

De fato, o diagnóstico só é confirmado durante a cirurgia. Isto aumenta a importância de um exame clínico apurado para que o especialista levante a suspeita desta lesão e prepare-se para uma possível abordagem durante uma cirurgia.

O que fazer com esta lesão?

Na grande maioria das vezes esta lesão tem uma boa resposta ao tratamento clínico, sem gerar sequelas. Costuma melhorar com alguns meses de repouso relativo (evitar movimentos que tracionem o bíceps e causem dor), adequação de atividades físicas, anti-inflamatórios e fortalecimento muscular protegido com fisioterapia.

A cirurgia pode ser uma ótima alternativa em casos como de atletas de alto rendimento, em pacientes que não gostariam de mudar de atividade física (como nadadores), ou em pacientes com dor persistente após a fisioterapia.

A cirurgia tem objetivo de reparar a lesão tipo SLAP e proteger o ”Labrum” da tração do bíceps. A técnica é individualizada de acordo com o grau da lesão e estilo de vida do paciente.

LEIA TAMBÉM
7 - Tendinite calcárea9 - Lesões do Bíceps