LESÕES ESPORTIVAS

Para o homem moderno, a atividade esportiva tornou-se sinônimo de qualidade de vida. Mas mesmo essa importante atividade apresenta suas armadilhas e necessita de orientação e preparo específico. A má utilização do esporte pode levar a lesões de gravidade variáveis, limitando os benefícios e não contribuindo para o bem estar.

Para minimizar os riscos de uma lesão e otimizar os benefícios da atividade esportiva devemos entender qual é a modalidade mais indicada para você, o preparo necessário e definir qual o seu objetivo ao realizá-la. Não é raro ver pacientes que iniciam a prática de exercícios com o objetivo de promoção de saúde e ganho de qualidade de vida, mas que se desviam desta meta realizando atividades inadequadas ou em excesso.

Quero iniciar uma atividade física, qual a mais indicada?

Existe um grande número de modalidades esportivas disponíveis para quem tem o objetivo de ganho de qualidade de vida. Cada tipo de atividade tem benefícios próprios e riscos em potencial. Para esta escolha deve-se levar em consideração o perfil psicológico do paciente, suas limitações físicas e doenças associadas, ou até mesmo o desenvolvimento de habilidades psicomotoras e socioeducativas para uma criança.

De acordo com o perfil psicológico, disponibilidade de tempo do paciente e objetivo do exercício, pode-se optar por esportes que dependam ou não de interação pessoal.

A escolha de modalidades coletivas como futebol, basquete, vôlei ou handebol ajudam a desenvolver espírito de equipe e os benefícios da atividade vem de forma lúdica e descontraída. Já atividades competitivas individuais como o tênis, judô e karatê testam sua força mental, concentração e disciplina. Atividades sem interação como corrida, ciclismo e natação desenvolvem a auto-estimulação, o planejamento de metas, apresentam maior flexibilidade de horários para sua realização.

Os benefícios das atividades físicas são inúmeros e vão desde a proteção de doenças cardiovasculares até a melhora do humor, apetite, libido, etc..Com relação ao aparelho musculoesquelético, a atividade ajuda a desenvolver e manter o tônus muscular, evitando dores musculares. Algumas atividades com alto impacto, como a corrida, ajudam a combater a osteoporose pois o impacto estimula a entrada do cálcio no osso.

 Quais os principais riscos?

A escolha do tipo de atividade e da frequência de exercícios pode implicar em risco de lesões osteomusculares. Além dos riscos genéricos de lesões como distensões musculares e tendinites, os esportes de contato como futebol e lutas marciais podem levar a traumas esportivos com fraturas, luxações, e entorses.

Quais os cuidados necessários antes de se iniciar a prática esportiva?

Toda atividade física necessita de um preparo adequado da musculatura. É importante entender que uma atividade física vai exigir mais de seus músculos e portanto uma rotina de exercícios de fortalecimento deve ser instituída.

Existem preparos genéricos e específicos para cada modalidade e uma boa conversa com o médico e um educador físico pode indicar os principais grupos musculares a serem estimulados.

Por vezes é até interessante realizar um trabalho muscular prévio e só depois de alcançar um estado de condicionamento adequado iniciar o esporte.

Quais cuidados tomar durante a atividade esportiva?

Logo antes de começar a atividade é interessante fazer um aquecimento com trotes leves e movimentos articulares. O alongamento antes da atividade física não é muito indicado pois pode diminuir a força e resposta muscular.

Tomar cuidado para não iniciar a atividade de uma maneira abrupta e intensa, pois isso favorece a lesões musculares como estiramentos e distensões.

Após a atividade física o alongamento é fundamental para evitar dores por contratura muscular e retrações. Ele deve ser feito por pelo menos 20 minutos de um modo efetivo e prolongado.

Quais as principais lesões esportivas?

Podemos dividir as lesões em dois grandes grupos, um causado por desgastes que se acumulam durante a atividade (causados por sobrecargas) e outro por lesões traumáticas, que podem ser consideradas acidentes de percurso.

São estas as principais:

  • Excesso de atividade ou atividade inadequada
  • Periostites e fraturas de stress
  • Tendinites e mialgias
  • Sobrecargas osteo-articulares
  • Lesões agudas
  • Distensão muscular
  • Luxações
  • Contusões
  • Entorses

 

As lesões causadas por excesso de sobrecarga podem ser tratadas com diminuição da carga exigida (adequação do treino), repouso temporário, anti-inflamatórios, gelo, fortalecimento adequado da musculatura, melhora do alongamento.

As lesões agudas devem ser avaliadas caso a caso. Normalmente um grande período afastado de atividades é recomendado para a recuperação destas lesões e em alguns casos imobilizações e até procedimentos cirúrgicos podem ser indicados.

LEIA TAMBÉM
traumatologia ombro e cotovelo4 - Traumatologia